Devocional Diário com Johnathan Ouverney.

"Mas ele me disse: Basta-te minha graça, porque é na fraqueza que se revela totalmente a minha força. Portanto, prefiro gloriar-me das minhas fraquezas, para que habite em mim a força de Cristo." 2 Coríntios 12:9


Quando nos encontramos em adversidades, doenças ou qualquer sofrimento, nossa tendência como seres humanos é procurarmos a Deus para que efetue a cura que necessitamos. Como Paulo fez quando foi acometido de grave doença, ele buscou a Deus mas não obteve a cura. Deus não o respondeu pois havia algo grandioso pra ensinar a Paulo, e aos outros, com todo seu sofrimento. Em nossa dor, nosso espírito quando enfraquecido tende a buscar o mantenedor da vida, Deus. E é neste momento que o Espírito pode transformar a todos ao redor. Não nos queixemos de nossas dores, antes sim, sejamos gratos, porque a graça do Senhor em nossas vidas é tudo que precisamos para alcançar a Salvação Eterna, que nos é concedida através de Jesus Cristo.

Devocional Diário com Johnathan Ouverney.

"Mas contigo estabelecerei a minha aliança; e entrarás na arca, tu e os teus filhos, tua mulher e as mulheres de teus filhos contigo. E fez Noé conforme a tudo o que o SENHOR lhe ordenara." Gênesis 6:18, 7:5

Assim como Nóe, nós temos promessas de Deus especificas para as nossas vidas. Mas não podemos nos esquecer que toda a promessa ela é condicionada a obediência, ao cumprimento da vontade do Senhor. Para que a aliança de Deus fosse estabelecida na vida de Noé, foi preciso que ele fizesse TUDO conforme o Senhor havia lhe ordenado. Muitas vezes as promessas de Deus não se cumprem em nossas vidas por não nos submetermos e nos condicionarmos ao que Deus está ordenando. O Senhor tem prazer em nos abençoar, mas também é necessário que façamos a nossa parte.

Devocional Diário com Johnathan Ouverney.

"Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas?" 2 Coríntios 6:14

Provavelmente este é um versículo que tem produzido muito conflito na cabeça dos crentes. Ao passo que não se aplica somente ao casamento, este versículo é um lembrete poderoso de que, quando fazemos parcerias a longo prazo com pessoas que não compartilham dos nossos valores, estamos colocando nossa saúde espiritual em perigo, assim como Deus não permitia que os israelitas debaixo da Lei juntassem uma mula e um boi no mesmo jugo porque acabaria com os dois. Paulo nos lembra que cristãos devem lembrar disso nos seus relacionamentos mais duradouros também.

Devocional Diário com Johnathan Ouverney.

"Porque, se viverdes segundo a carne, caminhais para a morte; mas, se, pelo Espírito, mortificardes os feitos do corpo, certamente, vivereis. Pois todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus." Romanos 8:13-14

 Esta palavra é maravilhosa, pois além de nos orientar como devemos andar para termos vida eterna, ela também testifica que aqueles que são guiados pelo Espirito são filhos Deus. Aleluia. Que maravilhoso é ser chamado de filho pelo próprio Deus. Vamos deixar o Espirito Santo nos guiar, e renunciar todo desejo carnal, todo apego às coisas deste mundo.

Devocional Diário com Johnathan Ouverney.

Ele Entrou no seu Mundo

Johnathan Ouverney
Uma vez eu entrei no Rio Jordão. Numa viagem a Israel, eu e a minha família paramos para ver o local tradicional do batismo de Jesus. É um lugar encantador. Árvores de Sicômoro lançam suas sombras. Pássaros cantam. A água convida. Então eu aceitei o convite e entrei para ser batizado.
Ninguém quis se juntar a mim, então eu me emergi. Eu declarei minha fé em Cristo e desci tão profundo na água que consegui tocar o fundo do rio. Quando fiz isso, eu senti uma vara e puxei. Olha só – uma lembrança de batismo! Algumas pessoas ganham certificados ou Bíblia, eu gosto da minha vara. É mais ou menos da espessura do meu pulso, do cumprimento do meu braço, e tão lisa quanto o bumbum de um bebê. Eu mantenho a vara numa estante no meu escritório para mostrá-la a pessoas amedrontadas.
Quando elas relatam suas ansiedades sobre a economia ou preocupação com seus filhos, eu entrego a elas a vara. Eu conto como Deus sujou seus pés no nosso mundo de fraldas, morte, indigestão e doença. Como João disse para Jesus ficar na margem do rio, mas Jesus não escutou. Como ele veio à terra para este propósito, para se tornar um de nós. “Até ele poderia ter tocado nesta vara,” eu gosto de dizer.
Enquanto elas sorriem, eu pergunto “Já que ele veio de tão longe para nos alcançar, será que não podemos levar os nossos medos até ele?”.
“Pois não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas, mas sim alguém que, como nós, passou por todo tipo de tentação, porém, sem pecado. Assim, aproximemo-nos do trono da graça com toda a confiança, a fim de recebermos misericórdia e encontrarmos graça que nos ajude no momento da necessidade.” (Hebreus 4:15-16 NVI).
Este milagre importa? Importa se você está confinado a uma cama. Importa se você luta contra alguma enfermidade. Importa se dor crônica faz parte da sua vida. Aquele que ouve as suas orações entende a sua dor. Ele nunca dá as costas ou zomba ou despreza a dor física. Ele teve um corpo humano.
Este milagre importa? Se você já quis saber se Deus lhe entende, importa. Se você já quis saber se Deus escuta, importa. Se você já duvidou se o Criador que nunca foi criado pode, num milhão de anos, compreender a vida de um motorista de caminhão, dona de casa ou imigrante, então pondere por bastante tempo a promessa da encarnação. Deus disse: Eu lhe entendo e sempre lhe entenderei.
Seu coração está perturbado? O dele também esteve. (João 12:27)
Você está morrendo de ansiedade? Ele já ficou assim também. (Mateus 26:38)
Você está sobrecarregado de tristeza? Ele já sentiu isso. (João 11:35).
Você já orou em alta voz e com lágrimas? Ele também. (Hebreus 5:7)
Alguns apontaram para a falta de pecado em Jesus como evidência que ele não pode nos compreender completamente. Afinal, se ele nunca pecou, eles raciocinam, como é que ele poderia entender a plena força do pecado. Simples, ele a sentiu bem mais que nós. Nós cedemos! Ele nunca cedeu. Nós nos rendemos. Ele nunca. Ele se opôs ao tsunami e nunca vacilou. Desta maneira, ele entende mais do que qualquer pessoa que viveu até hoje.
Daí no seu ato maior, ele se voluntariou para sentir a consequência do pecado.
“Deus tornou pecado por nós aquele que não tinha pecado, para que nele nos tornássemos justiça de Deus.” (2 Coríntios 5:21 NVI)
A maior dor da cruz foi a dor do pecado. Jesus não merecia sentir a vergonha, mas ele sentiu. Ele não merecia a humilhação, mas ele a experimentou. Ele nunca havia pecado, mas foi tratado como pecador. Ele tornou-se pecado. Toda a culpa, remorso, e vergonha – Jesus entende tudo.
Este milagre acontece? Para o hipócrita, sim. Para a pessoa que não se lembra da festa de ontem à noite, sim. Para o traidor, caluniador, fofoqueira, ou malandro que chega para Deus com um espírito arrependido, importa sim. Importa porque eles precisam saber, “não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas, mas sim alguém que, como nós, passou por todo tipo de tentação, porém, sem pecado. Assim, aproximemo-nos do trono da graça com toda a confiança, a fim de recebermos misericórdia e encontrarmos graça que nos ajude no momento da necessidade.” (Hebreus 4:15-16 NVI).
Porque Jesus é humano ele lhe entende. Porque ele é divino ele pode lhe ajudar. Mas ele não age como nenhum dos dois se você não for até ele. Ele não permaneceu afastado, porque nós iríamos? Ele não manteve a distância dele, porque nós mantemos a nossa?
Que este seja o dia em que você se aproxima dele. Ele entrou no seu mundo para que você pudesse entrar no dele.

Max Lucado.

Devocional com Johnathan Ouverney.

"Então, a serpente disse à mulher: É certo que não morrereis. Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se vos abrirão os olhos e, como Deus, sereis conhecedores do bem e do mal." Gênesis 3:4-5

Johnathan Ouverney

As palavras da serpente despertaram na mulher e também no homem, um desejo orgulhoso de ser igual a Deus. No entanto, ao desobedecer a Deus e aceitar a proposta satânica, não conseguiram o que almejavam e perderam a posição que tinham. Será que muitas vezes, não temos deixado o inimigo nos iludir com propostas que têm nos afastado do próposito de Deus ? Vamos orar e vigiar, para que Deus nos mantenha firme em seu propósito.

Relembrando CEI de Cabo Frio.


Hoje Bateu aquela saudade das Agendas do ano passado aí resolvi postar esse vídeo na Igreja CEI Centro Evangelístico Internacional de Cabo Frio, gostaria que você assistisse o Vídeo e sentisse Deus falando com Você!

"A canção A Grande Diferença marcou minha Vida e tem marcado a Minha História e tenho certeza que vai marcar vidas."

Devocional com Johnathan Ouverney.

"Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas." Mateus 6:33
Johnathan Ouverney

Jesus Cristo nos ensinou que Temos que buscar em primeiro lugar Reino de Deus, e o resto nos será acrescentado. Mas não entenda esse resto com miséria, ou pouca coisa. Ele nos fez uma promessa com duas Bênçãos. Uma de longo prazo que e a vida eterna e uma em curto prazo, (e tudo aonde colocares a mão, serás bendito. Comereis o melhor dessa terra.) Irmãos, entenda que a Prosperidade de Deus e Um beneficio nosso, direito dado por Deus pra que agente use enquanto estivermos aqui na terra. Para que sejamos exemplo do que Deus faz a Curto e a longo prazo em nossas vidas. O segredo de Vivermos comendo o Melhor dessa terra, e o nosso compromisso com Deus. O Nosso Dizimo. De a Sua Primicia. Seja Fiel e experimente a dependência financeira do Senhor. Deus Abençoe.

Devocional com Johnathan Ouverney.

Trabalhando Com Deus.

Johnathan Ouverney

É um dia maravilhoso mesmo quando nós paramos de trabalhar para Deus e começamos a trabalhar com Deus! Por anos eu via Deus como um CEO compassivo e meu papel era como seu representante de vendas leal. Ele tinha o escritório dele e eu tinha meu território. Eu podia contactá-lo sempre que eu quisesse. Ele me encorajava, me sustentava, me apoiava, mas ele não ia comigo. Pelo menos eu não pensava que ele ia.
Depois eu li 2 Coríntios 6:1 que diz que somos “cooperadores de Deus”. Cooperadores? Colaboradores? Eu e Deus trabalhamos juntos? Ao invés de mandar relatórios para Deus nós trabalhamos com Deus. Ao invés de conferir com ele e daí sair, conferimos com ele e daí seguimos. Estamos sempre na presença de Deus. Nunca há um momento não sagrado! A presença dele nunca diminui. Nossa percepção da presença dele pode falhar, mas a realidade da presença dele nunca muda!
Max Lucado.

Devocional com Johnathan Ouverney

Dê a Deus Seus Pensamentos Sussurrados.


Johnathan Ouverney
No século 19, um monge Russo anônimo decidiu viver em comunhão incessante com Deus. Num livro intitulado “O Caminho do Peregrino” ele fala de ter uma só oração em sua mente: “Senhor Jesus Cristo, Filho de Deus, tenha misericórdia de mim, um pecador.” Ele internalizou tanto a oração que a orava constantemente.
Talvez eu e você devíamos anotar. Até que a sua vida termine, você terá passado seis meses em sinais de trânsito, um ano e meio procurando coisas perdidas (dobre esse número no meu caso) e um espantoso cinco anos em pé em filas. Por que nós não damos esses momentos para Deus? Frases simples como “Obrigado, Pai.” “Seja soberana nesta hora, Ó Deus.” “O Senhor é o meu descanso, Jesus.” Ore onde você esteja. Deixe a cozinha ou o escritório virar um catedral ou a sala de aula uma capela. Dê a Deus os seus pensamentos sussurrados!
Max Lucado.

Devocional com Johnathan Ouverney.

"Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente. Quem dera fosses frio ou quente! Assim, porque és morno e nem és quente nem frio, estou a ponto de vomitar-te da minha boca;" Apocalipse 3:15-16



Esse texto é conhecido entre o povo de Deus. E muitos se consideram "quente", pois na igreja adoram intensamente ao Senhor, cantando, pulando, orando e louvando com toda sua energia. Mas isso não é suficiente, repare no que diz o texto, está se referindo não as nossas emoções e a razão, e sim às nossas obras! Portando amados, nossas obras não podem ser "mornas", devemos agir com a mesma emoção e intensidade do nosso louvor, praticando obras segundo a vontade de Deus. Não há meio termo, não há como ficar em cima do muro, nosso testemunho de vida, deve manifestar claramente a glória e amor de Deus que está sobre cada um de nós.

Matéria sobre 77 anos da CPAD.


Neste Domingo passou na Rede TV (Programa Momento Assembleia de Deus) mais uma vez Filmagens na qual participamos e agora foi a vez da Comemoração dos 77 anos da nossa CPAD.
Estamos publicando pois muitos dos nossos irmãos não puderam assistir .



Devocional com Johnathan Ouverney.

"Olha para mim, e tem piedade de mim, porque estou solitário e aflito. As ânsias do meu coração se têm multiplicado; tira-me dos meus apertos. Olha para a minha aflição e para a minha dor, e perdoa todos os meus pecados. Olha para os meus inimigos, pois se vão multiplicando e me odeiam com ódio cruel." Salmos 25:16-19


Às vezes você se sente solitário e sem valor, os amigos parecem não se importar, e o pior, as pessoas mais próximas, aquelas que você ama, são as mais usadas pelo inimigo para dizer ao teu espírito: ninguém liga para você !!! Mas o amor está no coração e não na boca, palavras não valem coisa alguma para DEUS, não se importe com a voz do inimigo, o verdadeiro amor vem do SENHOR !!! Aquele que tem DEUS no coração não esta solitário, pois é preferível estar com DEUS e com Seu filho Jesus Cristo, do que estar rodeado de semelhantes que não praticam o amor verdadeiro.

Santa Ceia na Assembleia de Deus Central de Salinas.

Johnathan Ouverney na AD Central de Salinas.

 Ontem dia 19 de Março estivemos na Assembleia de Deus de Central em Salinas-Nova Friburgo,no Culto de Santa Ceia ,Igreja presidida pelo Presbítero Edson Flávio.Louvamos a Deus pelo Carinho e convite dos nossos Irmãos para conosco nesse Culto.Agradeço também ao Pastor Presidente José Antonio do Campo Central que sempre nos abre as Portas de suas Igrejas para estarmos ministrando e louvando a Deus.

Atenciosamente:
Ministério Johnathan

Papo de Levita com Johnathan Ouverney.

Que a mensagem de Cristo, com toda a sua riqueza, viva no coração de vocês! Ensinem e instruam uns aos outros com toda a sabedoria. Cantem salmos, hinos e canções espirituais; louvem a Deus, com gratidão no coração. (Colossenses 3:16)

Johnathan Ouverney
Hoje em dia existe o modismo de os ministros de louvor e os músicos evangélicos serem chamados de levitas. Esse modismo – e outros mais que aparecem de tempos em tempos – surgiu porque as pessoas insistem em continuar debaixo da Velha Aliança.

No tempo de Moisés, os levitas não eram responsáveis pela música no tabernáculo. Embora as orações e os sacrifícios incluíssem o sentido de louvor, adoração e ações de graças, na Lei de Moisés não há nenhuma alusão à parte musical no culto. Somente quando Davi se tornou rei de Israel é que a música foi inserida como parte da adoração. 

Davi era músico e compositor desde a sua juventude (I Samuel 16:23). Então, para cumprir o seu propósito, Davi precisava atribuir a tarefa musical a alguém que estivesse disponível, com dedicação integral para isso. Ora, os levitas, embora tivessem outras atribuições, eram as únicas pessoas disponíveis para a mais nova tarefa (Crônicas 9:14-33; 23:1-32; 25:1-7). Havia então entre eles porteiros, guardas, padeiros e também cantores e instrumentistas (II Crônicas 5:13; 34:12). 

Pela Velha Aliança, todos os que serviam no trabalho eclesiástico – inclusive os Sacerdotes – eram chamados de levitas, pois eram aqueles que executavam qualquer serviço ligado ao culto. O levita era simplesmente um servo e não alguém para ser servido. 

No Novo Testamento não temos referência a músico como levita, nem a ministros de louvor, nem a instrumentistas na igreja. Jesus disse que virá o tempo, e, de fato, já chegou, em que os verdadeiros adoradores vão adorar o Pai em espírito e em verdade. Pois são esses que o Pai quer que o adorem (João 4:23). O ensino apostólico, por sua vez, incentiva todos a prestarem culto ao Senhor, com salmos, hinos e cânticos espirituais (Efésios 5:19; Colossenses 3:16). Portanto, todos – afinados ou não – devem cantar louvores a Deus, independente de haver ou não músicos para guiar os cânticos. Embora, sem dúvida alguma, estes tenham a sua importância no aperfeiçoamento da beleza e da organização dos cânticos. 

De fato, os levitas designados por Davi para cuidarem da música tinham a tarefa de profetizar com harpas, alaúdes e saltérios (I Crônicas 25:1). Naquela época, foi composta a maioria dos salmos de Israel. Os levitas eram também profetas. Por meio deles o Espírito Santo falava ao povo. Além disso, eram mestres no que realizavam (I Crônicas 25:7). 

Entretanto, hoje estamos sob uma Nova Aliança e temos um vinho novo. E ninguém põe vinho novo em odres velhos, pois o vinho novo romperá os odres; entornar-se-á o vinho, e os odres se estragarão. Pelo contrário, vinho novo deve ser posto em odres novos [e ambos se conservam] (Lucas 5:38-39). Jesus usou a metáfora dos odres exatamente para indicar que o evangelho “novo” que ele trazia não podia ser mantido dentro do “velho” Judaísmo dos fariseus. Essa insistência em colocar vinho novo em odres velhos é a causa de tantos desmazelos que vemos hoje na obra de Deus. 

É muito importante que nos desfaçamos do velho jugo, simplesmente porque Jesus Cristo nos trouxe um novo, bem mais suave e leve. Embora muitas pessoas – a exemplo do que aconteceu no primeiro século – prefiram continuar praticando os rituais antigos, é preciso lembrá-los que essa não é mais a vontade perfeita de Deus. 

Entretanto, com todo respeito, se o músico no tempo da graça quiser continuar sendo chamado de “levita”, precisa honrar esse nome e se dispor para o serviço e para caminhar em direção a um nível de qualidade excelente de vida espiritual.



Devocional Diário com Johnathan Ouverney.

“Bendito seja o Senhor, Deus, nosso Salvador, que cada dia suporta as nossas cargas.” (Salmos 68.19)

Johnathan Ouverney
A ideia de Reino de Deus nas Escrituras leva-me a crer que sua realidade entre nós acontece quando pessoas que reconhecem a bondade e o cuidado de Deus o louvam. Nossa alma tem muitos motivos para louvar a Deus. Não vê-los significa que somos espiritualmente cegos. Mas reconhece-los significa mais que dizer apenas “obrigado Senhor”. O que Deus faz por mim, o que Deus me permite de bom, deve promover em mim atitudes novas e melhores. Assim Deus é louvado e no meio desse louvor, brota salvação.
O salmista nos lembra que Deus, diariamente, suporta as nossas cargas, aguenta nossa maldade, é compreensivo com nossa lamúrias e queixas, é paciente com nossa autocomiseração e autoindulgência, perdoa nossas traições (dizemos na oração que Ele é nosso Deus e vivemos para nós mesmos)… a lista poderia ser interminável. Deus aguenta, suporta, tudo isso, e devemos louvá-lo por isso. Mas um louvor que não se resuma a palavras elogiosas ou apreciativas. Louvar exige mais, muito mais que isso.
Você se sentiria “louvado” por alguém que diz que você é muito especial para ele, mas sempre tem desculpas para jamais lhe dar um telefonema ou atender um pedido seu? Louvar a Deus é andar com Ele e fazer o que lhe agrada. E para que não haja confusão sobre o que agrada a Deus, a solução é imitar a Cristo! O que Ele fez é o que agrada a Deus. Ele levou sobre si nossas cargas. Devemos levar as cargas uns dos outros. De certa forma, só cremos realmente no que Deus fez por nós se lutamos para fazer o mesmo pelo nosso semelhante.

Devocional com Johnathan Ouverney

"Depois de consultar o povo, Josafá nomeou alguns homens para cantarem ao Senhor e o louvarem pelo esplendor de sua santidade, indo à frente do exército, cantando: 'Deem graças ao Senhor, pois o seu amor dura para sempre'". (2 Crônicas 20:21)


Johnathan Ouverney

Algo sobrenatural acontece quando as pessoas louvam. Mais do que possamos um dia nos dar conta. Mesmo o poder do inimigo pode ser rompido pelo louvor.

Lembro-me de épocas em nosso ministério em que pude quase sentir algo incrível acontecer. Algo sobrenatural acontecia. As pessoas reunidas, de repente, chegavam talvez um pouquinho mais perto de Deus.

Isso me lembra a história do rei Saul, no Velho Testamento, o qual era atormentado por um espírito demoníaco. Por isso, Davi foi trazido para tocar seu instrumento de cordas. Quando Davi louvava, Deus habitava em seus louvores; e quando Davi cantava, o espírito demoníaco largava Saul (v. 1 Samuel 16:14-23). Algo espiritual acontecia no processo de louvar.

Vemos o mesmo princípio funcionando quando Josafá, rei de Judá, descobriu que os moabitas vinham contra ele com um grande exército (v. 2 Crônicas 20). De modo algum ele os poderia vencer. Depois de haver juntado o povo e orado, ele enviou homens à frente de seu exército para cantar louvores (Você teria sido voluntário nesse coral masculino?).

Mas à medida que as pessoas entraram em combate louvando ao Senhor, Deus desbaratou os inimigos e os fez destruir uns aos outros. Foi de Judá a vitória nesse dia. Deus trabalhou mediante o processo do louvor e preparou caminho para o que pretendia fazer. Dessa forma, vemos que Deus pode usar o louvor de modo poderoso.

CPAD em Ritmo de Reforma Protestante.


Nesse Domingo a CPAD estará passando em REDE NACIONAL pela Rede TV no Programa Momento Assembleia de Deus o cronograma de edições para esse Ano da REFORMA PROTESTANTE e dos seus 77 anos de Existência de serviço a Deus e a sua Obra .

Para nossa alegra a CPAD colocou no ar trechos do vídeo que gravamos para o Impactar 2017.
Quem não conseguir assistir Domingo na REDE TV,pode conferir direto do nosso SITE!

Devocional com Johnathan.

"Entrem pela porta estreita, pois larga é a porta e amplo o caminho que leva à perdição, e são muitos os que entram por ela. Como é estreita a porta, e apertado o caminho que leva à vida! São poucos os que a encontram." Mateus 7:13-14


Mais de duas décadas atrás, Juan Carlos Ortiz criticou evangelistas europeus e norte-americanos por oferecerem um evangelho que ressaltava as recompensas em vez do senhorio de Jesus. Jesus, principalmente em Mateus 7, nos lembra que a graça não substitui o discipulado, e a misericórdia não liberta da nossa necessidade de nos arrepender verdadeiramente. Devemos aceitar a graça que nos é dada e realmente deixar Jesus ser o Senhor das nossas vidas. Não uma proposta de “ou isso ou aquilo”, mas um chamado de Deus para receber a graça e seguir Jesus como Senhor.

Devocional com Johnathan.

"Agora, pois, ó Israel, que é que o SENHOR teu Deus pede de ti, senão que temas o SENHOR teu Deus, que andes em todos os seus caminhos, e o ames, e sirvas ao SENHOR teu Deus com todo o teu coração e com toda a tua alma" Deuteronômio 10:12


Dia após dia somos levados a fazer muitas coisas e ocupar todo o nosso tempo com várias atividades. Muitas são as opções oferecidas e a cada dia temos de escolher a quem ou a que iremos nos dedicar. A opção de Deus ainda é a mesma, com os mesmos requisitos e com a mesma condição: exclusividade. Amá-lo com todo nosso coração, alma e força exige que ele seja o único a quem dedicaremos absolutamente tudo o que somos e o que há em nós, todo o nosso vigor, toda a nossa energia, toda a nossa excelência… Não há parcialidade!

Devocional com Johnathan.

"Quem entre vós é sábio e inteligente? Mostre em mansidão de sabedoria, mediante condigno proceder, as suas obras. Se, pelo contrário, tendes em vosso coração inveja amargurada e sentimento faccioso, nem vos glorieis disso, nem mintais contra a verdade. Esta não é a sabedoria que desce lá do alto; antes, é terrena, animal e demoníaca. Pois, onde há inveja e sentimento faccioso, aí há confusão e toda espécie de coisas ruins. A sabedoria, porém, lá do alto é, primeiramente, pura; depois, pacífica, indulgente, tratável, plena de misericórdia e de bons frutos, imparcial, sem fingimento. Ora, é em paz que se semeia o fruto da justiça, para os que promovem a paz." Tiago 3:13-18


Da sabedoria de Deus podemos aprender que ela não é fruto da ciência, nem produto de muitos estudos. Ela é resultado da nova natureza espiritual do crente, desenvolve-se pela sua constante comunhão com o Senhor, é instruída pelo estudo da Palavra, e derramada pelo Espírito Santo de Deus. É pura, pacífica, moderada, tratável, misericordiosa, frutífera, imparcial. A sabedoria de Deus não contém inveja nem sentimento faccioso, ela não causa divisão entre as pessoas, e nem confusão. Pelo contrário, a sabedoria de Deus promove o entendimento e a paz, testemunha a verdade e a justiça, reprova o pecado no mundo, e ensina o crente a andar em amor ao seu próximo. Busquemos, portanto, a sabedoria que vem do alto, que vem do SENHOR.

Devocional com Johnathan.

"Que brilhem como o sol nascente aqueles que amam o Senhor." Juízes 5:31


O sol da manhã é tremendo !!! O seu brilho fazem os pássaros cantar !!! Ele renova a vida da natureza !!! Quando ele chega as trevas se dissipam !!! É ele quem anuncia um novo dia !!! Nos dias de frio é o sol da manhã que nos aquece !!! Seu calor é na medida certa, ele não é quente como o sol do meio-dia !!! Enfim, quanta virtude há no sol da manhã !!! Suas qualidades são muitas. Quem sabe um dia com a ajuda do Senhor, possamos assim como diz o versículo de hoje, amar a Deus de tal modo que nosso brilho seja como o sol nascente.

Assembleia de Deus Ministério Bento Ribeiro -Filial de Piabetá

Culto de Missões Marcado pela Presença de Deus!

Johnathan -AD Piabeta
Estivemos Sábado no Culto de Festa de Missões na Assembleia de Deus no Bairro Floresta,Ministério Bento Ribeiro- Filial de Piabetá.Pastor Alex Alves e Missionária Maria Francisca,o culto foi marcado pela presença de Deus , a unção de Deus foi notória em todo o Culto.Louvamos a Deus pela oportunidade e pelo carinho dos irmãos.
Johnathan-AD Piabeta




Devocional Com Johnathan Ouverney.

Em verdade, em verdade vos digo: se alguém guardar a minha palavra, não verá a morte, eternamente." João 8:51


O homem sempre procurou desesperadamente escapar da morte. E apesar de todos os tratamentos para rejuvenescimento e renovação das células, ainda assim o homem não se livrou desse temor. Somente uma Pessoa conseguiu vencer a morte: Jesus Cristo. Se você tem a este Jesus em seu coração, que ainda hoje é maior que a morte, então você também está livre do medo e do poder da morte! Só assim você não mais verá a morte, pois Ele mesmo disse: "Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá."

5 Aniversário do Conjunto Nova Geração - AD Mury

Tema: "Arrependei-vos ,pois, e convertei-vos,para que sejam apagados os vossos pecados e venham assim os tempos de refrigério pela presença do Senhor. "Atos 3 :19


 Hoje estivemos na Igreja Sede da Assembleia de Deus Ministério de Mury Convencionada a CADIER, a Igreja é Pastoreada pelo Pastor Toninho ,e o culto foi a Festividade de Jovens  de 5 anos que estão completando no conjunto Nova Geração.Louvamos a Deus pelo carinho que fomos recebidos e agradecemos a cada irmãos que com muito agrado nos recepcionou,obrigado a irmã Michele a ao seu esposo pelo contato.




Johnathan Ouverney x Acordeon




Um dos Instrumentos que gosto Muito é o Acordeon (Sanfona ou GAITA) mas é um instrumento muito difícil, de origem Alemã ,tocado com as duas mãos .Nos dois vídeos que fiz tentando tocar vocês vão ver que não é fácil , meus parabéns a todos nossos irmãos que ainda estão ativos nos cultos tocando Acordeon,não deixe desaparecer de sua Igreja esse Instrumento!





Retiro 2017- Juventude da AD

Fomos Marcados pela Presença de Deus!


Tivemos a grande oportunidade de estarmos com os irmãos da Assembleia de Deus do Rio de Janeiro no Retiro que promoveram aqui em Rio Bonito - Lumiar em Nova Friburgo.Foram pra nós dois dias de muita busca e de aprendizagem,algo que nos comoveu foi o fato de saber que alguns jovens eram recém convertidos e a Igreja local promoveu o Retiro para que esses jovens não tivessem contato com o Carnaval e sim tivessem contato com Deus.
Ouvimos Relatos que para esse retiro os irmãos não tinham remuneração nenhuma,aí então promoveram vários ALMOÇOS na Igreja,e lavaram vários carros na cidade . A comunidade local sensibilizada doou alguns alimentos para ajudar o Retiro e nós fomos convidados para ministrar. 

Além dos meus Hinos que Cantamos ao vivo e a capela , algo que me sensibilizou foi os jovens me pedirem para cantar os Hinos da Harpa Cristã. E todos Cantaram comigo o 467 com palmas e muita Alegria e depois o 304 também com alegria. 

O resultado foi além do que esperamos 2 almas se renderam ao Senhor Jesus e vários jovens Avivados e renovados,alguns estavam parados dentro da Igreja e houve um grande avivamento e fortalecimento Espiritual .









Papo de Levitas - Dicas para o Ministério de Louvor.

Capacitando os músicos da Igreja


Os músicos são parte importantíssima na igreja. Afinal, boa parte dos nossos cultos são baseadas na música, no louvor e na adoração. Porém vemos hoje diversos pastores e líderes com grandes problemas em relação ao ministério de louvor. Como lidar com as pessoas? Como lidar com o ego? Como lidar com a falta de preparação? Como lidar com a falta de base na Palavra?


É preciso encontrar uma base sólida para cada um dos membros do ministério de louvor de nossas igrejas. Quanto mais preparados e convictos da importância da missão que eles têm, mais o louvor e a adoração irá fluir durante todo o culto e os problemas recorrentes diminuirão drasticamente! O segredo é a PREPARAÇÃO, a CAPACITAÇÃO e o ENVOLVIMENTO!
Para conhecer mais dessa base ministerial para músicos e cantores das igrejas.
Confira abaixo algumas bases que o ministério de louvor deve ter em mente:
1 – O foco principal do ministério de louvor é exaltar o nome de Jesus;
2 – O aperfeiçoamento e o treino devem ser constantes no grupo;
3 – O ministério de louvor deve caminhar na direção da Igreja local e não de modismos;
4 – Os membros do ministério são uma vitrine, e por isso devem ser bons exemplos de conduta e vida no altar;
5 – Participar do ministério de louvor é um serviço ao Reino, e não uma posição.
Essas bases devem estar bem claras na mente dos integrantes e da liderança do ministério de louvor. Fora isso, existem diversos pontos que devem ser estudados e aprendidos.

Espero ter ajudado um pouco.



Devocional com Johnathan Ouverney.

O Que é Adoração?



Quando você pensa em adoração, em que você pensa? Músicas ultrapassadas mal cantadas? Orações dramáticas egoistamente oferecidas? Pregações (sermões) irrelevantes apresentados relaxadamente? O que é adoração? A essência de adoração é simplesmente esta: dar a Deus a honra que Ele merece; aplaudir a grandeza de Deus! A definição no livro de Salmos 29:1-2 diz:
Atribuam ao Senhor, ó seres celestiais,
atribuam ao Senhor glória e força.
Atribuam ao Senhor
a glória que o seu nome merece;
adorem o Senhor
no esplendor do seu santuário.
Como Paulo disse em Colossenses 3:17, “Tudo o que fizerem, seja em palavra ou em ação, façam- no em nome do Senhor Jesus, dando por meio dele graças a Deus Pai”.
Adorar – é um estilo de vida. Uma Ação. Uma Atitude. É tudo!

Devocional com Johnathan Ouverney.

Continue Louvando e Andando


Grite bem alto para o diabo “NÃO” e veja ele correr! Ele tem que se retirar. A presença dele não é permitida no lugar onde Deus é louvado. É só continuar louvando e andando.
“Mas, Max, estou andando há muito tempo”, você diz. Sim, parece assim. Deve ter parecido assim para os hebreus também. Josué não lhes disse quantas voltas eles teriam que dar ao redor da cidade de Jericó . Deus disse a Josué que as muralhas cairiam no sétimo dia, mas, Josué não falou isso para o povo. Eles simplesmente continuaram andando.
Nosso Josué (Jesus) não nos disse também. Por meio das palavras de Paulo em 1 Coríntios 15:58, Jesus nos exorta “mantenham- se firmes, e que nada os abale. Sejam sempre dedicados à obra do Senhor, pois vocês sabem que, no Senhor, o trabalho de vocês não será inútil.” Continue andando! Quem sabe este não é o dia em que as muralhas caem!?